Home > Para Profissionais da Saúde > Novidades > Clipping > Hábitos saudáveis ajudam a evitar casos de câncer

Hábitos saudáveis ajudam a evitar casos de câncer

Prevenção oferece mais chances ao paciente de se recuperar da doença

05-02-2015

Lembrado mundialmente em 4 de fevereiro, o Dia Mundial do Câncer mobilizou a população frente à doença que mata cerca de oito milhões de pessoas por ano em nível global. Neste ano, a União Internacional de Controle de Câncer (Uicc) e o Instituto Nacional do Câncer (Inca) lançaram uma campanha conjunta para estimular e disseminar informações a respeito dos diferentes tipos de câncer e das maneiras de preveni-los. Anualmente, mais de 12 milhões de pessoas são diagnosticadas com algum tipo de câncer no mundo. No Brasil, o instituto estima o surgimento de 580 mil novos casos em 2015. Em longo prazo, o Inca prevê que, até 2030, serão 26 milhões de novos casos e 17 milhões de mortes por ano.

Escolhas saudáveis evitam cerca de um terço dos casos de câncer. Conforme Rui Fernando Weschenfelder, oncologista do Hospital Moinhos de Vento, o hábito de fumar, a ingestão de bebidas alcoólicas e a falta de exercícios físicos são fatores de risco para desenvolver a doença. “É preciso estimular a prática de atividades físicas e o controle de peso. Uma dieta saudável diminui o risco de câncer ao longo da vida”, assegura. 

Para as mulheres, Weschenfelder recomenda o exame Papanicolau, que continua sendo fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de colo de útero, um dos mais comuns entre as mulheres. “A vacina contra o vírus do HPV, recentemente desenvolvida, é um dos principais avanços no combate à doença. Se a vacinação gradual de meninos e meninas continuar em ritmo intenso, podemos pensar, em longo prazo, na erradicação desse tipo de câncer.” Além disso, o oncologista recomenda que a primeira mamografia de uma mulher seja realizada aos 35 anos. A partir dos 40 anos, é ideal que ela seja realizada a cada dois anos, e depois dos 50, anualmente. 

Quanto ao câncer de mama, a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) é bastante engajada na causa. Neste ano, a Femama realizou uma ação nacional simultânea em várias regiões do País com o intuito de modernizar os tratamentos disponibilizados por entidades municipais e estaduais. A ação também reforça a importância do tratamento igualitário do câncer de mama para pacientes com metástase. 

Aos homens, cabe rastrear o câncer de próstata via exame retal feito por um urologista e exame de sangue específico a partir dos 45 anos. Weschenfelder sugere, ainda, que tanto homens quanto mulheres busquem a colonoscopia para rastrear um possível câncer do colo retal. “Quanto mais cedo a doença for diagnosticada, maiores são as chances de cura”, garante.

Centro atende a mais de mil pessoas por mês na Capital

Os profissionais costumam preconizar a ideia de que o investimento na prevenção é mais vantajoso e eficaz que correr atrás de prejuízos. Além de esforço financeiro, é também preciso educar a população. Essa é uma das principais premissas do Centro de Prevenção do Câncer do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Criado há dez anos, o local atende a mais de mil pacientes por mês e tem mais de 40 profissionais de diversas especialidades à disposição. Para a oncologista Alice Zelmanowicz, o olhar treinado a identificar sintomas que podem ser sinais de câncer é o diferencial da instituição. “Aqui, quando o paciente procura um médico por estar com sobrepeso, já relacionamos com outros fatores que podem vir a desenvolver a doença. Não deixamos nada passar despercebido”, garante Alice.

O centro atende a população acima de 18 anos e procura explorar qualquer fator de risco que a pessoa possa apresentar. “Muitos nos procuram porque possuem alguém na família que já está doente e querem saber quais os riscos de adoecerem também. Então, procuramos orientá-los”, explica a oncologista.  

A médica relata que os especialistas mais procurados são endocrinologistas, dermatologistas e ginecologistas. “Muitos cânceres estão relacionados à obesidade e ao excesso de sol. E, tradicionalmente, as mulheres são mais preocupadas e procuram atendimento médico com mais frequência”, justifica. Cerca de 60% dos pacientes do Centro de Prevenção do Câncer são mulheres. Mesmo com campanhas antifumo, o tabagismo segue como principal causador de todos os tipos de carcinomas diagnosticados na população.

Mais Médicos tem recorde de inscrições de brasileiros

A nova edição do Mais Médicos apresentou recorde de inscrições. Números divulgados ontem mostram que o Ministério da Saúde registrou 15.747 pessoas interessadas em participar do programa. Os profissionais formados no Brasil vão disputar 4.146 vagas, das quais 361 são de reposição. O maior interesse de médicos do País é resultado da fusão do Mais Médicos com o Programa de Valorização da Atenção Básica (Provab), outra iniciativa do governo para tentar aumentar o provimento de profissionais em áreas consideradas prioritárias e que garante, depois de um ano de trabalho, um bônus de 10% nos exames de residência.

Veículo
Jornal do Comércio

Todos os clippings

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares UTI); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares UTI).

Emergência: das 11h às 11h20min.

Unidade de Internação: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 16h às 17h.

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 9h às 9h30min.