Home > Para Profissionais da Saúde > Novidades > Clipping > Governo e Simers debaterão plano de carreira para médicos do IPE

Governo e Simers debaterão plano de carreira para médicos do IPE

Presidente do sindicato afirmou que portas do diálogo foram abertas com Sartori

28-01-2015

O governo do Estado e o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) tentarão elaborar nas próximas semanas um plano de carreira para os médicos do Instituto de Previdência do Estado (IPE), o que inclui a interiorização desses profissionais. Os diálogos vão ocorrer durante reuniões a partir dasemana que vem. Nesta terça-feira, o governador do Estado, José Ivo Sartori, e o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo, se reuniram com o presidente do Simers, Paulo De Argollo Mendes, para a reiterar 12 itens para melhorar a saúde do Estado, entregues pelo sindicato ainda durante a campanha ao governo do RS. 

Segundo o presidente do sindicato, “a reunião foi muito produtiva. Abriram-se portas para um diálogo muito franco”. “Acho que vamos precisar construir juntos soluções para a saúde do Estado que está em situação de penúria absoluta”, completou Mendes. 

O secretário da Saúde disse, depois da reunião, que o governo tem a intenção de revitalizar o Hospital Psiquiátrico São Pedro. Segundo ele, isso irá fortalecer o atendimento a pessoas com problemas de saúde metal em todo o Rio Grande do Sul. A revisão da política de saúde metal está entre os itens do Simers. 

“Médicos estão pagando para atender no IPE”, diz presidente do Simers 

Os médicos estariam "pagando para atender pelo IPE", segundo o presidente do Simers, Paulo De Argollo Mendes. Ele afirmou que a remuneração dos médicos não é reajustada desde o governo Yeda e que o IPE é o convênio "que pior paga os médicos, que estão cansando dessa situação e se descredenciando”, relatou em entrevista à Rádio Guaíba nesta terça-feira.

De acordo com Mendes, a preocupação é grande, porque o convênio atende 10 milhões de usuários, cerca de 10% da população. “Se esses pacientes forem para o SUS, o problema será muito maior”, enfatizou. “É triste dizer, mas o IPE está lentamente apodrecendo, se desfazendo. Não há mais pediatras atendendo pelo convênio”, contou Mendes. Segundo ele, há um número crescente de descredenciamento, mas não há um movimento por parte do sindicato. “É espontâneo, os médicos estão cansados da situação”, completou. 

Confira as 12 propostas do Simers para a saúde:

1. Fortalecimento da Secretaria Estadual da Saúde
2. Garantia do Investimento Constitucional (12%)
3. Plano de carreira para os médicos
4. Garantir assistência de baixa e média complexidade e defesa dos hospitais do Estado
5. Investir nos hospitais próprios do Estado (transformar o Hospital Psiquiátrico São Pedro em instituto de psiquiatria)
6. Fortalecimento do IPERGS
7. Revisão da política de saúde mental
8. Problemática da terceirização no SUS
9. Contratualização
10. Regionalização
11. Regulação Regional
12. Farmácia (produção e dispensação pública para reduzir a judicialização na saúde)

Veículo
correiodopovo.com.br

Todos os clippings

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI 8 andar: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares).

Emergência: Um visitante por paciente. Horário das 11h às 11h20min (leitos pares); Horário: das 15h30min às 15h50min (leitos ímpares).

Unidade de Internação, pacientes COVID 19(suspeita ou confirmado) e Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Visitas Suspensas.