Home > Para Profissionais da Saúde > Novidades > Clipping > Sistema para rastreamento de remédios é posto em teste

Sistema para rastreamento de remédios é posto em teste

13-10-2014

A lei que prevê um sistema nacional de rastreamento de medicamentos começou a sair do papel, depois de quatro anos. O primeiro teste foi realizado na quarta-feira na indústria farmacêutica Libbs, em Embu das Artes, região metropolitana de São Paulo.

Com o sistema, cada embalagem terá um código bidimensional e um número único de identificação do medicamento (parecido com um RG), acompanhados da data de fabricação, da validade e do número do lote. O objetivo é controlar o destino dos medicamentos, desde a etapa de produção até a venda ao consumidor.

A lei que prevê o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos existe desde janeiro de 2009. 

Inicialmente, a previsão era de que o sistema fosse implementado em até três anos. Segundo o ministro da Saúde, Arthur Chioro, a demora ocorreu devido a discussões sobre o modelo que seria adotado para identificação dos remédios. Em 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desistiu de proposta de rastreabilidade que envolvia o uso de selo da Casa da Moeda, tido pela indústria como algo que encareceria o produto.

– Muitas indústrias também precisavam de tempo para fazer a mudança de sua linha de produção e adaptação – afirma.

PARA EVITAR ROUBO DE CARGAS E CONTRABANDO

O modelo final do sistema foi aprovado pela Anvisa no fim do ano passado. Agora, a meta é que as empresas apresentem uma plataforma-piloto do sistema, com até três lotes rastreáveis, no prazo de dezembro de 2015.

A previsão é de que o sistema comece a operar em toda a cadeia de medicamentos no ano seguinte, quando termina o prazo para que indústrias, distribuidoras e farmácias façam a adequação às normas.

Para Chioro, o sistema deve evitar casos de roubo de cargas, contrabando e falsificação de remédios. Em caso de problemas, o “RG” do medicamento também deve auxiliar no recolhimento dele.

– O consumidor que compra o remédio na farmácia terá a certeza de que está recebendo um medicamento seguro, que foi acompanhado desde a produção – disse.

Veículo
Zero Hora

Todos os clippings

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI 8 andar: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares).

Emergência: Um visitante por paciente. Horário das 11h às 11h20min (leitos pares); Horário: das 15h30min às 15h50min (leitos ímpares).

Unidade de Internação, pacientes COVID 19(suspeita ou confirmado) e Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Visitas Suspensas.