Home > Novidades > Público Geral > Notícias > Pergunte ao Doutor | Síndrome pós-Covid: sintomas e como tratar

Pergunte ao Doutor | Síndrome pós-Covid: sintomas e como tratar

Neste quadro da Revista Saúde, profissionais do HED respondem às dúvidas dos leitores

09-07-2021

Pergunta do leitor Jones de Porto Alegre: “Tenho quase 60 anos, e tive Covid, embora não tenha precisado ficar internado. Tenho sentido muito cansaço, e às vezes, falta de ar. Podem ser efeitos do vírus?” 

O pneumologista e especialista em medicina interna do Hospital Ernesto Dornelles, Dr. Felipe Breda, responde ao questionamento:

“Depois do período inflamatório da infecção, estamos vendo a síndrome pós-Covid, uma doença multissistêmica, com problemas vasculares, neurológicos, musculares, cardíacos e até mesmo nutricionais. O sintoma mais comum é o cansaço, que dificulta a realização de tarefas. Cerca de 50% dos recuperados relatam fadiga e fraqueza, mesmo aqueles que não necessitaram de internação hospitalar. Idosos e portadores de doenças de base merecem atenção especial, porque o organismo já debilitado sofre mais com as sequelas. 

Além da perda de massa muscular e dos danos pulmonares em si, o comprometimento do coração contribui para o quadro. Cerca de 10 a 15% dos acometidos podem evoluir com inflamação do músculo cardíaco, o que atrapalha o bombeamento de sangue para os órgãos. Tanto que notamos ainda debilidades na capacidade de oxigenação no sangue e dificuldades respiratórias. Realizar revisões cardiológica e pulmonar é importantíssimo nos pacientes que tiveram quadros moderados a graves, ou aqueles com histórico prévio de comorbidades cardiopulmonares.

Como se recuperar?

O tamanho do dano varia de acordo com a severidade da infecção. Indivíduos que receberam oxigênio e ficaram na UTI têm uma recuperação mais lenta e precisam de atenção especial do sistema de saúde com equipes multidisciplinares para atender às demandas nutricionais, fisioterápicas, respiratórias, neurológicas e, até mesmo, psicológicas, permitindo plena recuperação.

O grande trunfo da reabilitação cardiopulmonar é trabalhar a musculatura para tornar a pessoa mais tolerante ao esforço e compensar problemas como o baixo aproveitamento do oxigênio.

Nos pacientes que apresentaram Covid nas suas formas mais brandas, deve-se sempre estimular a retornar às atividades físicas habituais, manter alimentação saudável e descanso adequado e realizar revisão cardiorrespiratória pós-covid em caso de comorbidades prévias. Se a falta de ar, tosse e cansaço forem muito frequentes, mesmo após a infecção viral, sempre procure ajuda de um médico pneumologista.

Todas as notícias

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI 8 andar: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares).

Emergência: Um visitante por paciente. Horário das 11h às 11h20min (leitos pares); Horário: das 15h30min às 15h50min (leitos ímpares).

Unidade de Internação, pacientes COVID 19(suspeita ou confirmado) e Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Visitas Suspensas.