Home > Novidades > Público Geral > Notícias > Para detectar o coronavírus

Para detectar o coronavírus

Laboratório de Análises Clínicas do HED: qualidade em automação imunológica

02-11-2020

Em meio a tantos novos estudos e descobertas sobre o comportamento do novo coronavírus, é natural a sobreposição de informações, especialmente quando a cada dia nos chegam notícias sobre processos e formas de detecção da Covid-19. Por isso a Revista Saúde buscou, com o gestor do Laboratório de Análises Clínicas do HED, bioquímico e farmacêutico Paulo Sartori, as mais recentes inovações em testes para detectar a presença do vírus e a carga de anticorpos.

Quais são os tipos de testes que existem e estão disponíveis no Laboratório?

Existem três tipos principais, com diferenças de objetivos, e todos podem ser feitos no Laboratório do HED com toda a segurança técnica e de proteção.

Qual teste detecta se a pessoa tem o vírus?

Vamos começar com o RT-PCR. É o “padrão ouro” para identificar se o vírus está ativo, e deve ser feito entre o 2º e o 7º dia após iniciarem os sintomas, pois a carga viral tende a ser mais alta. É um exame de biologia molecular, feito a partir da colheita de secreções do nariz e garganta, com um tipo de haste flexível com pontas de algodão (Cotonete).

E no caso de quem não tem sintomas?

Nesses casos, se a pessoa teve contato com alguém contaminado, ou suspeita de ter tido contato, o ideal é fazer o exame para tirar a dúvida. Porém, sempre observando os prazos decorridos, como falei. Após o 8º dia, há tendência de redução da carga viral. Os testes de PCR são feitos unicamente com horário agendado. Os resultados saem entre 48 e 72 horas.

O RT-PCR então indicaria o presente, e os testes sorológicos, o passado?

Podemos resumir desta maneira. Os testes sorológicos são realizados a partir de uma amostra de sangue obtida por punção venosa. Em nosso serviço utilizamos um método quimioluminescente que detecta os anticorpos IgA, IgG e IgM, formados em resposta a uma agressão externa ao organismo (o Coronavírus, por exemplo), e começam a ser detectados após o 8º dia do aparecimento dos sintomas. Realizamos também o teste específico para determinação do IgG, este é o anticorpo relacionado à proteção imunológica do paciente; sua solicitação é indicada a partir do 15º dia do aparecimento dos sintomas.

E os testes rápidos?

São uma simplificação dos sorológicos, mais usados para rastreamento. Verifica se a pessoa teve contato anterior com o vírus. A colheita é feita por punção digital e o resultado sai entre 15 e 30 minutos, indicando a presença ou não de anticorpos, porém sem quantificá-los.

Quais são as medidas de segurança para clientes e colaboradores em testes de Covid-19 e nos demais exames?

Adotamos todas as medidas profiláticas: espaçamento na recepção, horários agendados, álcool gel, troca de equipamentos de proteção nos colaboradores a cada colheita, e retirada de exames e laudos via internet, evitando deslocamentos. Também estamos inseridos nos protocolos do Hospital, o que nos garante segurança adicional para atender aos nossos clientes.

Esta matéria faz parte da Revista Saúde (edição de julho, agosto e setembro de 2020). Confira-a na íntegra: http://bit.ly/RevSaude_106.

Todas as notícias

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares UTI); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares UTI).

Emergência: das 11h às 11h20min.

Unidade de Internação: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 16h às 17h.

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 9h às 9h30min.