Home > Novidades > Público Geral > Notícias > A mamografia como estratégia na redução da mortalidade por câncer de mama

A mamografia como estratégia na redução da mortalidade por câncer de mama

O exame detecta entre 75% e 90% das lesões subclínicas

03-02-2021

A mamografia é um dos exames mais conhecidos quando se fala em saúde feminina e faz parte da rotina anual das mulheres acima dos 40 anos. O exame é recomendado pela Sociedade Brasileira de Mastologia e é uma arma poderosa para o diagnóstico precoce do câncer de mama. Entretanto, dados atuais mostram que, em torno de 60% dos casos, o tumor da mama já está em estágio avançado quando diagnosticado. 

Conforme a mastologista do Hospital Ernesto Dornelles, Dra. Francine Hickmann Nyland, as mulheres que realizam rastreio com mamografia têm menor chance de morrer por câncer de mama. “Isto acontece porque o exame consegue detectar lesões subclínicas (pequenas), entre 75% e 90% dos casos”.

Mesmo com a evolução dos mamógrafos, para algumas mulheres, o exame ainda é desconfortável ou doloroso em função da compressão da mama. O procedimento dura alguns segundos e não é nocivo para a saúde feminina. Além disso, há dois tipos de mamografias: a digital e a convencional. “Para algumas pacientes, especialmente antes dos 50 anos de idade, a mamografia digital parece ser mais sensível, possibilitando uma chance de detecção ligeiramente maior. Isto também ocorre com as mulheres que possuem mamas mais densas, com maior quantidade de tecido glandular”.

Conforme a mastologista, mulheres e homens precisam estar atentos às alterações das mamas. Caso alguma modificação seja percebida, um profissional deve ser consultado. 

05 de Fevereiro - Dia da Mamografia

A data foi escolhida para lembrar a importância e a necessidade da mamografia para a saúde das mulheres e é uma homenagem à Santa Ágata, considerada Padroeira dos mastologistas e protetora das doenças das mamas. Segundo a tradição, Ágata foi uma mulher que se recusou a casar com o senador romano Quintiano e teve como castigo suas mamas mutiladas e seu corpo marcado com ferros em brasa. Santa Ágata nasceu na Sicília, Itália, no ano de 235, e faleceu, em 251, após um terremoto atingir a prisão na qual era mantida por Quintiano. 

Todas as notícias

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares UTI); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares UTI).

Emergência: das 11h às 11h20min.

Unidade de Internação: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 16h às 17h.

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 9h às 9h30min.