Home > Novidades > Público Geral > Eventos > Uso de termômetro infravermelho para aferição de temperatura na testa não danifica a glândula pineal

Uso de termômetro infravermelho para aferição de temperatura na testa não danifica a glândula pineal

02-09-2020 à 31-12-1969

Nos últimos dias, surgiram algumas notícias falsas (fake news) em relação à utilização do termômetro infravermelho para aferição de temperatura, afirmando que a utilização do equipamento na testa pode causar danos à glândula pineal e ao cérebro. Essa informação está errada.

O termômetro infravermelho emite uma onda de baixa potência e curta duração, sendo seu uso seguro para a realização da mediação de temperatura na testa. O uso do termômetro nesta região segue a rotina descrita para o exame físico. Além disso, esta é uma prática bem estabelecida e indicada pelo principal órgão de vigilância sanitária (Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA).  

Todos os eventos

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 10h às 10h30min (leitos pares UTI); Horário: das 16h às 16h30min (leitos ímpares UTI).

Emergência: das 11h às 11h20min.

Unidade de Internação: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 16h às 17h.

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: Somente um visitante por paciente internado, sem revezamento. Horário: das 9h às 9h30min.