Home > Novidades > Público Geral > Eventos > Outubro Rosa: vamos tocar no assunto?

Outubro Rosa: vamos tocar no assunto?

15-09-2017

No dia 04 de outubro, o Hospital Ernesto Dornelles realiza mais uma edição do evento que promove a prevenção do câncer de mama, o Outubro Rosa.

A campanha é uma ação mundial, que busca estimular a população, empresas e entidades a falarem sobre a doença, principal causadora de mortes prematuras em mulheres no Brasil, segundo o Chefe do Serviço de Mastologista do HED, José Pedrini. Em 2017, a estimativa é de quase 60.000 novos casos no Brasil, sendo 5.500 no Rio Grande do Sul.

Todas as ações do Outubro Rosa são direcionadas à conscientização da prevenção do câncer de mama pelo diagnóstico precoce, por isso, nesse ano, o HED está preparando uma série de ações gratuitas para proporcionar um momento especial de cuidados com a saúde da mulher.

O evento será realizado das 9h às 12h, no Ambulatório do Hospital Ernesto Dornelles (Avenida Ipiranga, 1801 – 2º andar), e contará com a distribuição gratuita de 150 mamografias e 50 ecografias (conforme avaliação médica), consultoria com médicos mastologistas, oncologistas, além de verificação de pressão arterial e avaliação e orientação nutricional.

Participe!

Sobre o câncer de mama:

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. A patologia caracteriza-se como o crescimento anormal de células dentro da mama a partir de um erro genético na renovação de uma célula normal envelhecida. Essa nova célula anárquica se reproduz rapidamente criando um tumor maligno que cresce constantemente, causando a compressão dos órgãos.

O médico José Pedrini ainda salienta que, relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Portanto, a detecção precoce através da mamografia e do autoexame é uma estratégia fundamental na luta contra a doença, além da adoção de uma dieta equilibrada, exercícios físicos e diminuição do estresse.

‘’No Brasil a reconstrução imediata da mama é lei (lei 9797, de 06 de maio de 1999), mesmo que ainda pouco cumprida, a mulher tem esse direito assegurado caso queira. A cirurgia de reconstrução da mama ou das mamas deve ser indicada sempre que, para a cura do câncer, seja necessária a remoção de uma ou de ambas as mamas’’, finaliza Pedrini.

Essa é uma doença grave, mas que pode ser curada. Quanto mais cedo ela for detectada, mais fácil será curá-lá, representando cerca de 95% das chances de cura se for diagnosticada em estágio inicial, segundo a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama).

Dr. José Luiz Pedrini
Médico Mastologista do Hospital Ernesto Dornelles
Diretor de Comunicação da Sociedade Brasileira de Mastologia
Pesquisador e Diretor do Instituto Médico de Pesquisas e Devenvolvimento (IMPED)
Mestre e Doutor em Patologia Experimental pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - UFCSPA

Todos os eventos

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: das 10h às 10h30min; das 16h às 17h; das 20h30min às 21h


Emergência: das 11h às 11h20min; das 15h30min às 15h50min; e das 21h às 21h20min

Internação: das 9h às 10h; das 16h às 17h; das 20h às 21h

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: das 9h às 9h30min; das 15h às 15h30min; das 20h às 20h30min