Home > Novidades > Público Geral > Notícias > Substituindo os vilões da cozinha

Substituindo os vilões da cozinha

Saiba como substituir o sal e o açúcar caseiros e manter a saúde

04-03-2016

Não é de hoje que sabemos que o sal e o açúcar são um dos principais vilões na nossa cozinha, um indicativo disto é que no dia 15 de fevereiro foi aprovado, na Câmara Municipal de Porto Alegre, um projeto que institui o programa Menos Sal, Mais Saúde.
 
Com o objetivo de alertar a população sobre os riscos do excesso de sal na alimentação, também foi aprovada uma emenda que determina que estabelecimentos de alimentação não poderão mais colocar recipientes com sal sobre mesas. 

Nem mais, nem menos, na dose certa esses dois ingredientes fundamentais na alimentação podem consumidos sem medo. A Nutricionista do HED, Rita Lamas, esclarece algumas dúvidas referentes ao assunto.

1)      Quais os malefícios que o sal e o açúcar que temos em casa podem trazer?

É importante dizer que tanto o sal como o açúcar são importantes para o bom funcionamento do nosso organismo. Os problemas começam a aparecer quando consumimos sal e açúcar em Excesso. O Excesso do consumo de sal está relacionado com a elevação da pressão arterial, cálculos renais, arritmias cardíacas, piora da osteoporose, acidente vascular cerebral (AVC) e até alterações no paladar. O excesso do consumo de açúcar está relacionado com o sobrepeso e a obesidade, e consequentemente com alguns tipos de câncer, diabetes tipo 2 e desenvolvimento de algumas doenças cardiovasculares.  

2)      Quais alimentos podem substituir o sal caseiro e no que eles ajudam?

O sal caseiro pode ser substituído principalmente por ervas e especiarias, tais como: alecrim, louro, pimenta, cominho, orégano, sálvia, manjericão, cebolinha, cebola, alho e salsa. Esses alimentos ajudam a ingerirmos menos sódio, a aumentarmos o consumo de outros nutrientes, ex: salsa é rica em vitamina C e a termos paladar para outros sabores. 

3)      Quais alimentos podem substituir o açúcar refinado e no que eles ajudam?

O açúcar refinado pode ser substituído pelo açúcar mascavo, bem como por mel, melado, xarope de agave, açúcar de coco e no caso de pacientes diabéticos, o adoçante a base de Sucralose. Essas opções, são mais naturais e menos associadas com o aumento de peso e suas consequências. 

4)      Existem opções de açúcar e sal mais benéficos para a saúde?

Sim, o açúcar mascavo por exemplo é mais saudável que o refinado por ser mais natural (não passa pelo processo de branqueamento e é rico em ferro) e o sal Rosa (também conhecido como do Himalaia), que além de ter menos sódio, não passa por branqueamento, tendo mais minerais na sua composição. 

5)      Quanto de sal e de açúcar podemos consumir por dia sem prejudicar a saúde?

Para as pessoas saudáveis, a dose máxima de sal recomendada pelo Ministério da Saúde é de 5g por dia (aqui é importante lembrarmos que esse valor deve incluir os alimentos que são ricos em sal e consequentemente em sódio, como os industrializados por exemplo ou os temperos prontos, normalmente consumidos em tabletes). 

Já falando do açúcar, para as pessoas saudáveis (sem Diabetes nem sobrepeso/obesidade) o ministério da saúde recomenda o consumo máximo de 50g/dia, o que é equivalente a 5 colheres de sopa ou 1/4 de xícara. Também é importante lembrar que esse valor é o consumo total de açúcar, e que se a alimentação é rica em doces, sobremesas, achocolatado, bebidas açucaradas, etc., o valor do açúcar consumido deve ser bem reduzido.

Rita Lamas, Nutricionista do HED
CRN: 29142

Todas as notícias

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: das 10h às 10h30min; das 16h às 17h; das 20h30min às 21h


Emergência: das 11h às 11h20min; das 15h30min às 15h50min; e das 21h às 21h20min

Internação: das 9h às 10h; das 16h às 17h; das 20h às 21h

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: das 9h às 9h30min; das 15h às 15h30min; das 20h às 20h30min