Home > Novidades > Público Geral > Notícias > Entenda o que é a gripe Influenza A (H1N1) e conheça os seus sintomas e formas de transmissão

Entenda o que é a gripe Influenza A (H1N1) e conheça os seus sintomas e formas de transmissão

12-06-2017

O Ministério da Saúde confirmou, até 05 de junho de 2017, cerca de 188 óbitos no Brasil, sendo 33 deles por H1N1. Em todo o país, já foram registradas 1.127 de infecções causadas pelo vírus, além dos casos que ainda estão aguardando confirmação.

No RS ainda não foram confirmados óbitos por H1N1 este ano, apesar de haverem casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave na região, mesmo assim é necessária atenção com a chegada da estação mais fria do ano.

Saiba mais sobre a doença:

Gripe Influenza A, é uma doença respiratória aguda, causada pelo novo subtipo do vírus Influenza A (H1N1), um subtipo do vírus da gripe comum.

O vírus Influenza A pode causar dois quadros clínicos: O de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A Síndrome Respiratória Aguda Grave é considerada mais grave, podendo levar a morte. Daí a importância de evitarmos ao máximo o contágio pelo vírus influenza.

Os sintomas da gripe H1N1 são similares aos de outros tipos de gripe:

- Febre igual ou superior a 37,8 °C, com aparição repentina;
- Dor de cabeça forte;
- Tosse;
- Falta de apetite;
- Dores musculares e nas articulações;
- Irritação dos olhos e fluxo nasal; e
- Vômitos e diarreia.

Formas de transmissão:

Assim como a gripe comum, a influenza A é facilmente transmitida, principalmente, por meio de gotículas eliminadas de tosse, espirro e de secreções respiratórias de pessoas infectadas.

O vírus também pode ser transmitido pelo contato das mãos com secreções respiratórias.

Se as mãos não forem lavadas, haverá transmissão:

- Contato direto com outras pessoas – Ex. aperto de mãos;
- Contato indireto -  Ex. tocar em superfícies contaminadas.

Outro fator de contagio é a aglomeração de pessoas em ambientes fechados, que facilita a disseminação da gripe.

Como prevenir para não pegar gripe:

- Lavar bem as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool gel;
- Cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir ou espirrar;
- Pessoas com qualquer gripe devem evitar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas;
- Manter os ambientes bem ventilados;
- EVITAR tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies; e
- EVITAR aglomerações e ambientes fechados.

Vacinação:

A vacinação anual contra influenza é uma das medidas utilizadas para se prevenir a doença, porque pode ser administrada antes da exposição ao vírus e, é capaz de promover imunidade efetiva e segura durante o período de circulação sazonal do vírus.

Grupos prioritários:

- Pessoas com 60 anos ou mais;
- Grávidas a partir de 12 semanas;
- Mães até 45 dias depois do parto;
- Crianças de 60 meses a menores de cinco anos;
- Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;
- População indígena; e
- Pessoas privadas de liberdade.

Tratamento:

É muito importante evitar a automedicação.Assim como os antibióticos o uso destes medicamentos sem orientação médica e de forma indiscriminada pode facilitar o aparecimento de cepas resistentes à medicação.

O MEDICAMENTO PARA A GRIPE É FORNECIDO GRATUITAMENTE PELO SUS.

Dr. Cezar Vinicius Wurdig Riche, médico Infectologista do Hospital Ernesto Dornelles

Todas as notícias

Dados de Atendimento
Fone (51) 3217-2002
Av. Ipiranga, 1801 - Porto Alegre/RS - como chegar

Horário de Visitas
Unidade de Tratamento Intensivo - UTI: das 10h às 10h30min; das 16h30min às 17h; das 21h às 21h30min


Emergência: das 11h às 11h20min; das 15h30min às 15h50min; e das 21h às 21h20min

Internação: das 15h às 17h

Unidade de Cuidados Especiais - UCE: (Orientada) das 9h30min às 11h30min e das 14h30min às 16h30min; (Social) das 21h às 21h30min.